Notícias com a tag ‘Imagem Filmes’

3 dicas de filmes que o pessoal de Como Não Perder Essa Mulher assistiria

PosterCinema DonJon.indd

 

 

Se você já assistiu ao trailer (que está logo aqui no começo) de Como Não Perder Essa Mulher tá sabendo o gosto de filmes peculiar de Jon Martello (Joseph Gordon-Levitt) e a paixão de comédias românticas de Barbara Sugarman (Scarlett Johansson). Para entrar no clima desse casal, vamos dar 3 dicas de comédias românticas lançadas esse ano que agradariam Barbara. Já dicas para Jon o horário não permite.

 

TRAILER:

 

O CASAMENTO DO ANO: Grande elenco, ex mulher no meio, casais novos e de longa data. Boa receita para esse tipo de filme.

 

UM BOM PARTIDOGerard Butler tentando conquistar alguém!

 

PAZ, AMOR E MUITO MAIS: Essa é para quem sonha em ter família.

 

COMO NÃO PERDER ESSA MULHER ESTREIA DIA 6 DE DEZEMBRO NOS CINEMAS!

O Palhaço na campanha pelo Oscar.

Foto: Daniela Tolstoi

 O Palhaço segue firme na campanha rumo ao Oscar, nos Estados Unidos. Selton Mello e a produtora Vania Catani participaram da primeira sessão do filme no Melnitz Hall na UCLA, dia 28, e domingo na sessão no Sundance Cinema, em Los Angeles. Com sala lotada, a exibição no Sundance Cinema, seguida de debate, foi um sucesso, com a presença da imprensa e membros da academia do Oscar, além de amigos brasileiros. O evento foi seguido de um jantar na churrascaria Fogo de Chão, em Beverly Hills para 60 pessoas.

O Palhaço, segundo longa-metragem dirigido por Selton Mello, coloca na tela o universo circense com todo seu encanto e magia por meio de estradas de terra do Brasil. Aclamado pelo público e crítica, o filme foi visto por cerca de 1,5 milhão de espectadores. O Palhaço foi o filme nacional escolhido para concorrer a uma vaga na categoria de melhor filme estrangeiro no Oscar ® 2013. A próxima cerimônia de entrega do Oscar ® acontece em 24 de fevereiro de 2013 e será a 85ª premiação anual promovida pela Academy of Motion Pictures Arts and Sciences. A lista dos cinco indicados para disputar a estatueta de melhor filme estrangeiro só será conhecida em 10 de janeiro de 2013.

Produzido por Vânia Catani (Bananeira Filmes), o filme traz no elenco Selton Mello como o palhaço Pangaré, a principal atração do Circo Esperança, ao lado do pai, o palhaço Puro Sangue, interpretado por Paulo José. No elenco, destacam-se Larissa Manoela, Teuda Bara, Álamo Facó, Cadu Fávero, Giselle Motta, Fabiana Karla, ao lado de veteranos como Jorge Loredo, Jackson Antunes, e Moacyr Franco, que, no entanto, estreia nos cinemas em O Palhaço.

O Palhaço venceu mais de 50 prêmios, sendo 12 no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, incluindo melhor longa-metragem de ficção, melhor ator (Selton Mello) e melhor diretor; venceu melhor filme e blockbuster Brasil no Prêmio ACIE de Cinema – Associação dos correspondentes internacionais; levou quatro estatuetas no Festival de Paulínia 2011, incluindo melhor direção e melhor roteiro (Selton Mello e Marcelo Vindicatto), e  o prêmio de Melhor Diretor de 2012 dado pela APCA, de São Paulo.

O filme também foi premiado no Festival de Cine del Uruguay, no Troféu CineMúsica, no Festival de Cinema de Araxá, no BRAFFTV – Brazilian Film & Tv Festival of Toronto, no Prêmio ABC (Associação Brasileira de Cinematografia), no Prêmio Contigo de Cinema Nacional, no Prêmio Revista QUEM Acontece, no Prêmio Melhores do Ano SESC SP 2012, dentro outros.

O Palhaço foi exibido em mais de 40 festivais nacionais, incluindo o Festival do Rio, o Festival de Gramado e a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo; e 20 festivais internacionais, dentre eles o Festival de Chicago, o Brazilian Film & Tv Festival of Toronto, o MoMA, e o 30º Festival de Cine del Uruguay.

O longa de Selton Mello foi muito bem recebido pela crítica. A Veja São Paulo disse ser “um dos mais belos filmes do ano”. O Estado de S. Paulo o definiu como um “filme de trama simples, visual rebuscado e interpretações inspiradas” e a Folha de S. Paulo elogiou: “uma delicadeza e uma segurança que revelam um diretor maduro”. O jornal O Dia o definiu como uma “jornada de autoconhecimento, cheia de humor e lirismo, que faz o espectador quase levitar da poltrona. Bravo!”. A Veja declarou: “Lírico e divertido, O Palhaço, de Selton Mello, evoca um país”. E para a Revista Preview, o filme “vai dar muito orgulho ao cinema nacional”.

Desde Central do Brasil (1998), um filme não conseguia ser aclamado pela crítica e público, trazendo, em um misto de drama, comédia e poesia, um tema genuinamente brasileiro e com questões universais, que representam a emoção, o lado afetivo da vida de seus personagens. Como define o ator e diretor Selton Mello: “Sonhava em fazer um filme claro, legível, sem afetações estéticas. Um filme que chegasse ao público pela via mais calorosa, o caminho do coração.”

O Palhaço foi filmado ao longo de seis semanas em Paulínia (São Paulo) e Santa Rita de Ibitipoca, Bom Jesus do Vermelho, Conceição do Ibitipoca, Lima Duarte (Minas Gerais). Adrian Teijido assina a direção de fotografia, Cláudio Amaral Peixoto, a direção de arte, Kika Lopes, os figurinos. A trilha sonora é de Plínio Profeta. No Brasil, O Palhaço tem distribuição da Imagem Filmes.

O Palhaço é o maior vencedor do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2012!

Produzido pela Bananeira Filmes, dirigido por Selton Mello e estrelado por Paulo José e Selton Mello, O Palhaço entrou para a história como o maior vencedor de troféus Grande Otelo, foram 12 em 13 categorias indicadas.

 

Carinhosamente conhecido como o “Oscar Brasileiro”, a Academia Brasileira de Cinema realizou ontem (15), no Theatro Municipal, na cidade do Rio de Janeiro, o evento que anunciava os vencedores do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2012. E o Palhaço, que recebeu o maior número de indicações, 13 no total, levou para casa 12 prêmios, sagrando-se o filme com o maior número de prêmios da história do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, veja a relação completa abaixo:

 

– Melhor Longa Ficção

– Melhor Direção (Selton Mello)

– Melhor Ator (Selton Mello)

– Melhor Ator Coadjuvante (Paulo José)

– Melhor Montagem Ficção (Marília Moraes e Selton Mello)

– Melhor Direção de Fotografia (Adrian Teijido)

– Melhor Trilha Sonora Original (Plínio Profeta)

– Melhor Figurino (Kika Lopes)

– Melhor Maquiagem (Marlene Moura e Rubens Libório)

– Melhor Direção de Arte (Cláudio Amaral Peixoto)

– Melhor Roteiro Original (Marcelo Vindicatto e Selton Mello)

– Melhor Longa de Ficção – Voto Popular

 

 

O Palhaço é o filme brasileiro que tentará uma vaga entre os cinco finalistas na categoria de Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em janeiro de 2013, produzido pela Bananeira Filmes, O Palhaço, foi lançado no final de 2011 nos cinemas e ultrapassou a marca de 1,4 milhões de espectadores.

 

O filme ganhará uma edição especial em DVD, com 2 discos, que chegará especialmente para o consumidor, no próximo dia 23 de outubro em todas as lojas do país. Além de uma embalagem totalmente nova, uma série de conteúdo extra estará disponível, tais como:

 

  • Entrevistas
    • Marília Gabriela (com Selton Mello e Paulo José)
    • O Papel da Vida
  • Relicário
  • Palhaço.doc
  • Audiodescrição em Português (para deficientes visuais)
  • Português Close Caption (para deficientes auditivos)

 

Sinopse:

Benjamim (Selton Mello) e Valdemar (Paulo José) formam a fabulosa dupla de palhaços Pangaré e Puro Sangue. Benjamim é um palhaço sem identidade, CPF e comprovante de residência. Ele vive pelas estradas na companhia da divertida trupe do Circo Esperança. Mas Benjamim acha que perdeu a graça e parte em uma aventura atrás de um sonho. Venha rir e se emocionar com este grande espetáculo.

HOJE NAS LOCADORAS E 23 DE OUTUBRO NOS LOJAS.

O Palhaço será o representante do Brasil no Oscar 2013!

Produzido pela Bananeira Filmes e  estrelado por Selton Mello e Paulo José, O Palhaço foi selecionado pelo Ministério da Cultura, como o filme que tentará uma vaga entre os finalistas do Oscar na categoria de Melhor Filme Estrangeiro

A Comissão Especial de Seleção  da Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura, anunciou nesta manhã (20), no Palácio Gustavo Capanema, no centro do Rio, O Palhaço como  filme brasileiro que tentará uma vaga entre os cinco finalistas na categoria de Oscar de Melhor Filme Estrangeiro do ano que vem. “O Palhaço é um filme impregnado de delicadeza, e a sua escolha como representante brasileiro me encheu de alegria”, emociona-se o diretor, co-roteirista e ator Selton Mello.

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, fará o anúncio dos finalistas da 85º edição do Oscar em janeiro de 2013, enquanto a festa de premiação será realizada no tradicional Kodak Theatre na noite de 24 de fevereiro de 2013.

Produzido pela Bananeira Filmes, O Palhaço, foi lançado no final de 2011 nos cinemas e ultrapassou a marca de 1,4 milhões de espectadores, o DVD e Blu-Ray estão disponíveis para locação em todo o país desde o mês de março deste ano. Selton continua “A escolha de O Palhaço para tentar uma vaga no Oscar foi algo comovente, pois provou-se, que é possível um filme sensível, poético alçar voos grandiosos”.

O Palhaço acaba de ganhar uma versão de luxo, com 2 discos, que chegará especialmente para o consumidor, no dia 23 de outubro em todas as lojas do país. Além de uma embalagem totalmente nova, uma série de conteúdo extra estará disponível, tais como:

  • Entrevistas
    • Marília Gabriela (com Selton Mello e Paulo José)
    • O Papel da Vida
  • Relicário
  • Palhaço.doc
  • Audiodescrição em Português (para deficientes visuais)
  • Português Close Caption (para deficientes auditivos)

Sinopse:

Benjamim (Selton Mello) e Valdemar (Paulo José) formam a fabulosa dupla de palhaços Pangaré e Puro Sangue. Benjamim é um palhaço sem identidade, CPF e comprovante de residência. Ele vive pelas estradas na companhia da divertida trupe do Circo Esperança. Mas Benjamim acha que perdeu a graça e parte em uma aventura atrás de um sonho. Venha rir e se emocionar com este grande espetáculo.

HOJE NAS LOCADORAS E 23 DE OUTUBRO NOS LOJAS.

Lola estreia nos cinemas dia 10 de agosto!

 

Olá Smilers,

Na tentativa de atender aos pedidos de inúmeros fãs da Miley Cyrus anunciamos que a estreia de LOLA nos cinemas seria antecipada de 14 de Setembro para o dia 20 de Julho. Entretanto, o mercado de exibição de filmes no Brasil vive um momento excepcional onde vários títulos apresentam resultados fortes ao mesmo tempo e isso dificulta a entrada de novos filmes.

Apesar desse bom momento e da constante abertura de novos cinemas em todo o País, nossa quantidade total de salas é ainda insuficiente e não permite dar vazão à toda a safra cinematográfica. Isso faz com que vários filmes encontrem dificuldades em estrear nas datas, inicialmente, escolhidas pelos distribuidores.

Como todos sabem, estamos desde o mês de Maio tentando encontrar uma semana adequada para a estreia do filme. Porém, semana a semana, nos deparamos com situações mercadológicas que fogem do nosso controle e que nos impedem de seguir com os planos de estreia. Sabemos da frustação que essas mudanças trazem ao público em geral e, sobretudo, aos fãs. Para nós, distribuidores do filme, elas também não são benéficas. Afinal de contas, fazemos investimentos expressivos na divulgação da estreia e não conseguimos por o filme em cartaz.

Nessa semana, após termos, novamente, abortado a estreia em 20/07, conversamos com os principais exibidores e decidimos que o filme entrará em cartaz no dia 10 de Agosto. Essa nova data é segura e confiável. O mês de agosto está com cenário competitivo menos agressivo e certamente poderá acomodar melhor o nosso filme.

Em Julho, como vocês sabem, há muitos blockbusters em cartaz e eles dominam as salas de todo o País. É comum, vermos cinemas de 10 salas exibindo apenas 3 ou 4 filmes.  As pessoas que buscam assistir apenas Era do Gelo, Homem Aranha ou Valente, certamente, serão bem atendidas. Já quem já viu esses filmes ou quem vai ao cinema esperando encontrar uma maior variedade de filmes em cartaz, definitivamente, sairá frustrado.

Queremos que saibam que apesar das constantes dificuldades encontradas para estrear LOLA nos cinemas, nossos ânimos não foram abalados e continuamos firmes e convictos no sucesso do filme. Novos investimentos serão feitos e nos empenharemos para disponibilizá-lo em, pelo menos, 100 salas em todo o País e não em apenas 30 como seria o caso se a estreia fosse mantida em 20 de Julho.

Por fim, queremos pedir, de fato, desculpas por tantas mudanças envolvendo a estreia de LOLA. Porém, vale destacar que tudo que está sendo feito visa assegurar ao filme a visibilidade e relevância que ele merece.

Fazer com que filmes que não são blockbusters cheguem aos cinemas de maneira digna, não é tarefa fácil. Mas esse é nosso trabalho e saibam que continuaremos firmes tentando fazer sempre o melhor. Mesmo que, em alguns momentos, não tenhamos êxito em deixar isso assim tão claro.

Solicitações sobre a entrada do filme em cartaz no seu cinema preferido podem ser feitas em nosso site, mas seria importante que elas fossem feitas também nos sites dos cinemas. Todo movimento e toda atitude que demonstre força e interesse pelo filme certamente contribuirá para tornar LOLA um grande sucesso.

Atenciosamente,
Imagem Filmes