A Árvore da Vida tem montador brasileiro envolvido no processo de edição.


A Árvore da Vida teve sua primeira exibição mundial no Festival de Cannes ontem. A sessão que estava cheia e super concorrida, e arrancou aplausos, vaias, todas as reações nos expectadores. Tudo isso gerou um favoritismo ao redor do filme. O enigmático diretor, Terrence Marick não estava presente na coletiva de imprensa, mas dizem que estava perambulando anonimamente pelo festival. Outra curiosidade é que um dos cinco montadores do polemico filmes é brasileiro! Sim, Daniel Rezende (Cidade de Deus, Tropa de Elite 2) participou do processo de edição e contou ao Globo alguns detalhes:

“É um processo diferente, em que Malick busca o acaso mais do que a certeza. Aliás, a maneira de ele fazer cinema está muito mais na busca do erro e do acidente, de encontrar aquilo que não está premeditado, do que de fazer o certo ou o usual. Assim, ele procura encontrar o que sai de verdadeiro dos imprevistos. Por isso, em vez de trabalhar com apenas um editor com total controle sobre a obra, ele prefere vários que vão fazendo experiências, trabalhando sobre algo em que eles não tem o controle, cheio de incertezas, para daí achar o que lhe parece certo para o filme.”

O resto da entrevista você pode conferir no link ao lado: http://glo.bo/j59gSO
O filme estreia aqui no Brasil dia 26 de junho.